Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2020

apresentação para O leitor desobediente

  [esse texto é a apresentação da poeta Eliane Marques ao meu livro, que pode ser encomendado em: http://www.editorafiguradelinguagem.com/pd-71d4a6-o-leitor-desobediente.html  ] O leitor desobediente   Eliane Marques [1]     Se a morenice de Eurídice rende versos a Orfeu, e a palidez (morena) de Eulália inspira versos em Máximo, a inquietude transnegreira (e radical) de Ronald Augusto com o alinhamento pó de arroz ao estado de “sempre coisas” por parte da produção poética e crítica contemporânea, lhe permite O Leitor Desobediente, com tudo o que os ensaios integrantes deste livro apresentam de desvios relativamente aos consensos sobre o significado das marcas de barra nos pés da camponesa.   Se, por outro lado, e apenas pelo gosto da anáfora, se, assim como aquela estudante alemã citada pelo autor em “Transnegressão”, o leitor obediente quiser encontrar o crítico negro ou a negridão do crítico entre estas páginas é provável que se desiluda tanto quanto a moça loira, pois