Postagens

Mostrando postagens de Março, 2017

Ofendendo sem ofender: o contínuo da estupidez

cohab pestano

fortuna crítica: Poesia Anti-proeza

Os poemas que nos esperam

Leitura como trabalho

Ninguém me pediu, mas vai assim mesmo

Dois absurdos