Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2012

POESIA BRASILEIRA EM CALLALOO

maria helena vargas, oliveira silveira, joão batista, jorge fróes e eu (1995) POESIA BRASILEIRA EM CALLALOO 1          Em 1995, o volume 18, n.º 4 da revista Callaloo , Fall – Estados Unidos –, foi integralmente dedicado à literatura negra contemporânea produzida no Brasil. A partir de então – e efetivando um compromisso assumido pelo seu editor, Charles H. Rowell –, a obra criativa dos escritores afro-brasileiros vem sendo estampada em suas páginas com acentuada regularidade. Provam isso os volumes posteriores de Callaloo . No vol. 19.1, Winter (’96), excertos da obra Livro de Falas , do poeta mineiro Edimilson de Almeida Pereira, aparecem junto a uma entrevista concedida pelo autor. E agora, mais recentemente (’97) o vol. 20.1, Winter, apresenta ao leitor de língua inglesa uma perspicaz análise teórica e a tradução de poemas que aderem a um aspecto bastante significativo da cultura brasileira, isto é, a religiosidade. A desempenhar ambas as tarefas, a de crítico e d

blackface em welles

( Othello , 1952) (fotogramas de Touch of evil , 1958) No filme A Marca da maldade ( Touch of evil , 1958), de Orson Welles – cuja ação se passa na fronteira entre México e Estados Unidos –, o personagem principal, ao lado do próprio Welles (na figura do reaça e asqueroso policial Quinlan), se chama Vargas, um oficial mexicano do Deptº de Narcóticos interpretado por Charlton Heston sob o verniz opaco de uma incômoda blackface . Ambos investigam um atentado à bomba que mata um político estadunidense em plena aduana. A fábula contém elementos extremamente atuais: terrorismo, conflitos étnicos e de fronteira. A esposa do justiceiro latin lover Vargas (impossível deixar de lado a condição de galã de Charlton Heston) é uma americana caucasiana ( blonde ) que por pouco, a certa altura da narrativa, não é seviciada por uma gangue de jovens mexicanos. Para o americano médio seria duplamente ofensivo testemunhar a nívea estrela de Hollywood Janet Leigh (musa esfaq