Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2020

fortuna critica : Ronald Augusto abre alas à palavra autoral

Ronald Augusto abre alas à palavra autoral Paulo Fabris [1] Entre uma praia e outra (Editora Artes & Ecos, 2018) de Ronald Augusto acontece como uma festa imodesta, entre cômoros e vegetação espessa, entre a prosa e a poesia dos pagos, ali onde um insuspeito rastreador talvez notasse marcas na areia de Pound. Mas quem o chama para um papo reto é Oliveira Silveira, enquanto a silhueta de Manuel Bandeira é vista em meio à sombra e Mallarmé desponta como uma estrela atrás dos morros. Entre uma praia e outra faz a entrega de poemas artesanais, com palavras cozidas no barro e temperadas com o sal da terra. Escolho, como amostra grátis, um dos poemas do livro, o da pág. 55: sombra da garagem abre alas à passagem do sopro do mar fosco calor onde afundo enorme mas tão caprichoso quanto a imagem que maruja na concha do meu ouvido A leitura do livro me fez lembrar uma matéria de Haroldo de Campos com o poeta europeu (iugoslavo) Vasko Popa, publicada

sem romantizar o isolamento

Sem romantizar o isolamento Ronald Augusto [1] Entrevista conduzida pelo jornalista Igor Natusch publicada no caderno Cultura do Jornal do Comércio/RS. No link, a versão editada da entrevista: https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/cultura/2020/04/735894-poeta-ronald-augusto-prefere-nao-romantizar-o-isolamento.html?fbclid=IwAR3g3UWhLBaVGHcrbr4tXGZVDq1JJQbDzWh6YGp44lKGzsVLgkfSqrGw1f8#.Xq_s0kKvAKs.facebook Como o isolamento causado pelo coronavírus tem influenciado na tua atuação criativa? Mudou alguma das tuas rotinas? Tens tido mais ideias para escrever ou, ao contrário, a situação tem atuado contra a tua criatividade? Como tens te sentido nesses dias? O isolamento social não afetou meu modo de escrever poemas. Há muitos anos trabalho mais em casa mesmo. Além disso, minha forma de produção é lenta, demorada, e por isso é também escassa. Meu livro Entre uma praia e outra , que ano passado recebeu o Prêmio Minuano de Literatura, categoria poesia, é um c