impopsturas



A pop star Gaga, torna-se a cada dia que passa mais Lady. Agora, admite que sexo não faz bem para a sua criatividade; baixa-a. Ela deve ter feito, então, muito até agora. Mas isso cheira a depoimento choramingas de devoto recém-arribado em templo pentecostal que olha para o seu passado e o deplora, mercê das orgias em que se consumia.

A artista pop de vanguarda (contradição entre termos) reflui para a tepidez convencional do antro familiar. E já que, no Facebook, se tornou mais popular que Obama, é natural, portanto, que de agora em diante se integre a uma virtual lista-chiste de celebridades que confessam publicamente terem uma vez fumado maconha, mas sem tragar.

Comentários

Cândido Rolim disse…
Muito bom, Ronald. As figuras clonadas do mundo pop trilham, invariavelmente, o mesmo caminho. Não se trata de um mundo à parte, atritante, perturbador, corrosivo, mas de uma referência “sempre a mão” do delírio pequeno burguês inflado de transgressões postiças.
Cândido Rolim
denise freitas disse…
ronald,
adorei o texto.

beijo
"impopsturas" é genial, indica o caminho, convida e nos leva a uma boa reflexão... mas sem tragar,hein?

Um abraço amigo
poesiademaron disse…
Augusto


Ronald
tem óculos de Bandeira
e olhos de Ronald

ares de simbolista
e signos para tal
mas não tem colunas em pasquins

Ronald reinventa-se
rima e não rima
rarifica versos

negro como Assis
nariz de Gullar
Ronald é assim

impressionista, concretista [modernista
na lista dos istas escolhe o que quer

Ronald
tem óculos de Bandeira
e olhos de Ronald

Ronald
não é dos Anjos
mas Ronald é Augusto

com A maiúsculo
e com A minúsculo
sorte a nossa!


F. Maron

Postagens mais visitadas