para dona ivone






[como ficou]


oriki para dona ivone


samba o miudinho devagar demoradinho
abala a cartografia do terreiro que desborda

o cavaco não cochila no colo da mãe grande
avisa lá no império é ela que risca o tapete

desde já a velha vanguarda masculina do samba
não se presta mais ao mero filosofar do caralho

*


[como era]

oriki para a dona ivone

samba o miudinho devagar demoradinho
abala a carta geográfica da terra

não dorme o cavaco no colo da mãe grande
avisa lá no império que era uma vez

que a velha guarda masculina do samba
desde então não é mais aquela


Comentários

Postagens mais visitadas